AJUDE VOCÊ TAMBÉM!

O sonho de fazer uma casa com maiores e melhores instalações existe desde a fundação da entidade, em outubro de 1998. A nova casa está pronta. Necessitamos de valores para complementar sua estrutura interna e manter daqui por diante sua conjuntura. Esteja sempre disponível para levantar a bandeira da solidariedade. Faça parte da Turma do Bem...

VISITA VIRTUAL ...

Conheça todas as dependências e instalações do CAOL. ..::Clique aqui::..

:: HISTÓRIA DA CAOL ::

O Centro de Apoio Oncológico Luciano surgiu de um lindo gesto de amor! Juntamos nossas forças, nos tornamos mais fortes, nesta caminhada deixamos marcas da parceria, da doação, da solidariedade... Espalhamos amor, conquistamos pessoas e semeamos igualdade.
O CAOL, como é carinhosamente chamado, nasceu de uma idéia em 15 de abril de 1998, através de uma reunião no prédio do relógio com um grupo de pessoas convidadas pela Marilene Rigo mãe de Luciano. Neste dia as pessoas chegaram pensando se tratar de uma reunião de venda de produtos ou algo parecido, sendo isto moda na época.
Quando chegaram e que foi colocada a idéia da criação do centro, para quem quisesse participar se agregar ao grupo de forma voluntária, alguns continuam até hoje levantando a bandeira do CAOL, outros se afastaram falando que não iria dar certo e assim por diante.
O Centro de Apoio Oncológico Luciano, foi fundado em 04 de agosto de 1998, numa casa alugada já com seus estatutos aprovados e registrados. O CAOL, tem como objetivo, oferecer apoio, abrigo e acompanhamento psicológico ás pessoas de todas as idades portadoras de câncer.
O nome do centro rende uma homenagem ao jovem Luciano Rigo Berndsen, que faleceu de câncer aos 17 anos, sendo ele a causa de sua criação.
A família do Luciano, após receber o diagnóstico de que este só teria três meses de sobrevida, enfrentou o desespero e iniciou a luta contra o câncer, ampliando seu prazo de vida para dois anos e três meses.
Após a partida do filho, movida pelo objetivo de oportunizar apoio, informação, conforto ás pessoas portadoras de CA e seus familiares, a mãe do Luciano reuniu um grupo de pessoas que se multiplicou e se uniu em torno de uma causa, transformando o CAOL, nesta bonita realidade.
Entre as diversas atividades iniciadas surgiu a slogan “FAÇA PARTE DA TURMA DO BEM”, pela necessidade de ter pessoas que comungassem das idéias de trabalhar voluntariamente para uma causa nobre. Posteriormente criou-se mais a opção de uma frase motivadora á causa “SEJA SOLIDÁRIO SEJA VOLUNTÁRIO”. Com estes slogans a comunidade passou a identificar a entidade e suas causas nobres.
Desde sua fundação, vem atendendo em média 600 pessoas/ano, de 117 municípios do RS. Conforme a grande demanda, visando atender um maior numero de pacientes que nos procuram o CAOL, com o trabalho da diretoria e voluntários iniciou no ano de 2003 a construção de uma nova sede. Uma obra de 1020 m² de área construída. Este maravilhoso trabalho que iniciamos deu certo, pois o desprendimento do ser humano não tem limites na sua doação de solidariedade e amor.
Erechim e região não só receberão uma Obra Física, mas também uma obra de AMOR, onde nela diariamente doaremos as maiores fontes de Vida, Fé e Esperança.
Além das atividades diretas com as pessoas carentes portadoras de CA, o CAOL desenvolve o Projeto de Doação de Medula Óssea, primeiro no interior do estado, também voltada em âmbito bem maior, através do cadastro no REDOME. Palestra preventiva em escolas, entidades e municípios, bem como em seminários ligados á área.
Mas, o mais importante é o verdadeiro amor que a Turma do Bem, transmite e com isso colhe parceiros solidários conosco juntando forças para a caminhada que apenas iniciou.